sexta-feira, 11 de março de 2011

Dedicatória - Copenhague

E mais uma pausa bizarra nos meus esforços. 
Não saio das 25 páginas de Copenhague há uns 3 meses. A vida é feita de altos e baixos, estou no baixo. :D
Felizmente, a dedicatória (versão final e sem correção de português) eu consegui fazer. Vou divulgá-la aqui, para ficar hmm, esse gostinho de quero mais? XD hahaha
Enfim, espero que vocês gostem e comentem! :)



Escrever não consiste apenas em encontrar palavras adequadas para expressar uma idéia sobre algum assunto e transpô-las no papel. Escrever, por mais inacreditável que isso soe, é uma tarefa árdua, repleta de reviravoltas e sentimentos complexos.

         Cessaria tudo o que eu penso se pudesse simplesmente traçar minhas tortas linhas com meias palavras. Entretanto, dói em meu âmago saber que uma metade é insuficiente. Insuficiente porque eu tenho a capacidade de fazer além. Porque você merece mais.
         Nada mais injusto do que deixar ausente o fato que mais me faz titubear. As duas mãos estremecem só de pensar. Mesmo assim, crio coragem para dizer: lá vai!
         Como todos aqueles que iniciam algo novo, ganham de brinde o troféu da insegurança. O temor das críticas. O terror da rejeição, dentre outros sentimentos demasiadamente humanos que tanto gostaríamos de extinguir de nossa existência. Saibam que sob a perspectiva de meu olhar, ninguém é tão incrível quanto diz ser ou quanto quer ser. Todos nós possuímos em nosso corpo a veia que nos apavora por dentro.
         O que vai diferenciar aquele que atinge o sucesso do que fracassa é encarar esse problema. É algo que vem de dentro. Porque ao mesmo tempo em que temos essa veia negra em nós, temos aquela brilhante que bombeia coragem para nossos corações. Deixe sempre a coragem gritar mais alto.
         Encarar o desconhecido é uma tarefa que raramente conseguimos fazer sozinhos. Como uma criatura deveras insegura – e agora, sem medo de gritar insegurança – eu precisei de ajuda. Pois bem, vocês me ajudaram.
         Por isso, dedico não somente o livro, como também todo a minha força de vontade, esforço e trabalho aos leitores que contribuíram tanto para meu amadurecimento como escritora e como pessoa. Aos meus pais, que não me faltaram nunca e aos amigos que acompanharam de perto. E principalmente a todos os aspirantes a autores que possuem um longo e pavoroso caminho pela frente!

8 comentários:

Marayane disse...

Linda dedicatória!
Espero que você consiga terminar o mais breve Copenhague...
Sei como é um bloqueio desse D: Parece que nada dá jeito, mas você tem um talento único, e eu como leitora sei que você vai ter um lampejo e fazer tudo incrível. Já estou ansiosa pra ler Copenhague!
Beijos e sucesso!

thaorteg disse...

Linda dedicatória, Mare
Acho linda a arte de escrever. Apesar de ser um sonho (muito particular), não me atrevi.
Espero que seu bloqueio se desbloqueie...rs

Estou ansiosa por Copenhague.

Força!
@thaorteg

NCrastt Fontaine disse...

Como eu disse no msn: voce tem esse jeito de usar as palavras que eu invejo totalmente, inveja boa. Voce sabe como usa-las e onde usa-las. Eu mal vejo a hora de ler Copenhague *-*

Naniedias disse...

Ficou linda a dedicatória, Mare *-* Adorei!!!

Mii disse...

Aiii sua linda!

Ficou otimo Mare!

ADOREI *_*

Rachel Lima disse...

MARE, ficou LINDA SUA DEDICATÓRIA! Nossa, mesmo! Eu amei, está ótima *-*

Mikaelly Andrade. disse...

Pois que eu carregarei comigo para todo o sempre essa sua dedicatória, e sempre que o fracasso quiser me levar, agarrarei em suas palavras para me fortificar...
Linda sua dedicatória.

Mikaelly Andrade

Nathalia disse...

Olá. Estou fazendo um trabalho de telejornalismo para a faculdade e preciso entrevistar escritores que estão tentando ou publicaram seus trabalhos de forma independente, já que escolhemos essa pauta xD Então comecei uma busca pela internet por escritores que estivessem no RJ por conta das gravações e me recomendaram seu nome, você estaria interessada em participar? Se sim mande um e-mail para nathfairy@gmail.com, por favor. Desde já obrigada. :D

Postar um comentário